Metaverso: moda e tecnologia cada vez mais próximos!

A inovação e a moda sempre caminharam juntas. E agora, em uma era onde as plataformas virtuais podem proporcionar experiências que muita gente nem sequer imagina, não poderia ser diferente. O metaverso e a realidade aumentada estão mostrando para o mundo o que podemos esperar do futuro da moda, mesmo que, a princípio, essa relação pareça incomum.

O que é metaverso?

Em outubro de 2021, Mark Zuckerberg anunciou a mudança do nome de sua empresa para Meta, tornando o título Facebook restrito apenas à rede social que deu início ao grande império da tecnologia e das redes sociais, formado também pelo Instagram e WhatsApp. O anúncio também revelou as novas pretensões de Zuckerberg com seu maior projeto atual: o metaverso.

O metaverso é um mundo virtual que utiliza realidade aumentada para possibilitar interações e inúmeras experiências em um universo 100% digital. Pode até lembrar um filme de ficção científica, mas a ideia da Meta é proporcionar um ambiente imersivo, onde pessoas interagem entre si por meio de avatares digitais.

Além da Meta, empresas como Microsoft, Roblox e outras também estão trabalhando intensamente para colocar em prática seus projetos com o metaverso, considerado a próxima revolução da internet e um novo marco na comunicação humana.

Qual a relação do metaverso com a moda?

No lançamento da plataforma, Mark Zuckerberg fez questão de destacar que a moda e a indústria têxtil terão um excelente potencial comercial e incríveis perspectivas com o metaverso. A troca de roupas dos avatares foi um dos recursos mais comentados após a discreta apresentação da nova plataforma de Zuckerberg, o que deixou o universo da moda em êxtase.

Mas quem pensa que as marcas e grifes ainda não iniciaram seus projetos digitais, está enganado. Um bom exemplo são os games: a Louis Vuitton, no ano de 2019, criou uma coleção exclusiva para ser vendida no jogo League of Legends, enquanto a Balenciaga vestiu personagens do game Fortnite com suas criações.

A Nike, que também já disponibilizou itens para compra no Fortnite, procurou o Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos um dia após o anúncio sobre o metaverso, com o objetivo de “registrar nomes, símbolos e frases para uso online e em mundos virtuais online”, de acordo com o órgão regulador.

Recentemente, a Tommy Hilfiger se associou à EWG Virtual para um projeto de transformar suas modelos em avatares digitais. Jasmine Sanders, modelo e influenciadora digital, foi a primeira profissional a ser inserida no metaverso, vestindo as criações da marca em seu avatar digital. Maior concorrente da Tommy, a Ralph Lauren não perdeu tempo e apresentou uma coleção de roupas digitais por meio de parceria com a plataforma Zepeto, disponibilizando 12 looks com estilo vintage e também de sua coleção de verão.

Um dos maiores entraves no novo universo digital do metaverso são as operações financeiras. Por ora, uma solução paralela avança de forma avassaladora e deve ditar a economia virtual e transações entre todos os itens para avatares: os NFTs.

NFTs é uma sigla em inglês para “tokens não-fungíveis”, um novo formato de ativo digital que representa um item exclusivo, que pode ser digital ou físico e utilizado em obras de arte, músicas, jogos e, claro, roupas e acessórios para avatares do metaverso. Por enquanto, acredita-se que os NFTs devem garantir a integração entre as marcas, plataforma e consumidores, mas uma definição sobre o assunto está longe de surgir.

O que esperar para o futuro?

A chegada do metaverso e a nova forma de interação proporcionada pela realidade virtual já trouxeram mudanças significativas no mundo da moda e novos horizontes para o futuro das empresas do ramo. A transformação digital vem para potencializar e abrir portas para as criações da moda, de forma desafiadora e trazendo infinitas possibilidades.

É importante ter em mente que o metaverso será um espaço virtual que permitirá uma enorme representação social, por meio do estilo e da moda, assim como os games e outros recursos já proporcionam aos usuários. Todas as novas maneiras introduzidas de criar, vender, possuir e usar roupas, artigos e acessórios criam um valor econômico extraordinário nas simulações do metaverso, o que com certeza já revoluciona o universo da moda de forma significativa.

Plataforma Infinity

Reunindo diversas facilidades como acesso a estúdios, fornecedores, estampas, designers e muito mais em apenas um lugar, a Plataforma Infinity é uma excelente escolha para quem busca uma maneira tecnológica e eficiente de impulsionar seu negócio de estamparia.

Estúdios, designers de moda, estilistas, proprietários de marcas e confecções, criadores e muitos outros profissionais terão com a Plataforma Inifinity uma oportunidade única de revolucionar a maneira com que trabalham com suas criações e estampas.

Quer saber tudo sobre mais essa novidade exclusiva da Prints Connection? Então clique aqui e acesse agora mesmo nosso site para descobrir mais sobre a Plataforma Inifinity e como ela pode transformar sua empresa.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa Newsletter

Categorias

Categorias

Explore mais artigos

ASAP | estilo de vida alinhado a práticas socioambientais

Nunca se falou tanto em moda sustentável e ecológica como na atualidade. Afinal, os hábitos de produção e consumo afetam cada dia mais o meio ambiente, chamando a atenção do planeta para a necessidade de uma transformação profunda. No mundo fashion, a moda sustentável e eco-friendly vem ganhando espaço nas passarelas

Continuar lendo »
Rolar para cima